Como se tornar a sua melhor versão para prosperar na carreira?

9 minutos para ler

A lógica da competição com outras pessoas é muito prejudicial para sua carreira. É impossível vencer quem quer que seja, pois as situações pessoais de cada pessoa são únicas. Contudo, isso não significa que não há trabalho a fazer! O foco deve ser buscar sua melhor versão, para que você alcance seus objetivos profissionais ao mesmo tempo em que contribui com seus talentos para o mundo.

Parece complicado? Na verdade não é uma missão impossível. É preciso mudar hábitos e trabalhar intencionalmente, mas os resultados vão surpreender. Preparei uma lista de melhores práticas que podem ser cultivadas por qualquer pessoa que busca melhorar diariamente. Continue comigo e confira!

Mude os seus pensamentos

O nosso cérebro muda de acordo com a forma que resolvemos utilizá-lo. Esse é um conceito muito explorado pela Neurociência, chamado neuroplasticidade, e ele está por trás da ideia de mudar padrões mentais.

O propósito não é mentir, iludir-se ou inventar realidades paralelas, mas criar uma visão mais objetiva das situações — pois nossos sentimentos são muito influenciados pelos pensamentos. Logo, cultivar uma atitude positiva faz bem para todos os aspectos da sua vida!

Se você muda a forma como pensa, isso causa efeitos em seus sentimentos, na sua percepção do mundo e na sua vontade de colocar projetos em prática. Por isso é tão importante tomar cuidado em não reforçar crenças limitantes, que na maioria das vezes são puro hábito e nem mesmo refletem a realidade.

Toda vez que pensar “não consigo escrever bons textos”, por exemplo, tente reverter a situação. Complete a frase com “mas estou treinando para aperfeiçoar minha escrita e logo serei capaz de produzir conteúdo de impacto para minha carreira!”. Aos poucos as ideias negativas ficarão para trás e você se colocará no rumo certo.

Não pare nunca

Em alguns momentos da vida e da carreira é normal se deparar com encruzilhadas, planos que dão errado ou situações completamente imprevistas. Nesses momentos é essencial lembrar que a paralisia é sua pior inimiga!

A verdade é que a ocasião ideal não existe. Sempre haverá um problema, uma insegurança ou outras prioridades. Se você esperar pelo momento certo para agir, tenha certeza de que ele não vai chegar — então, o jeito é ir agindo assim mesmo!

Nesse sentido, retome a liderança da sua vida e da sua carreira. Faça algo. Não precisa ser um plano grandioso para resolver todas as áreas de sua situação profissional de uma vez só, mas nunca deixe de buscar mais. Realize cursos, leia livros, mude os planos. Em alguns casos a melhor ação a se tomar pode ser, inclusive, cuidar mais de si, da saúde, da aparência. Apenas não deixe com que o tempo passe sem nenhuma ação.

Escreva seus objetivos

Quer uma promoção para uma posição de gerência? Tem planos para atingir altos cargos executivos? Coloque seus objetivos no papel. Desenvolva seus planos, estabeleça prazos realistas e pense no que precisa fazer para alcançar as suas metas.

Estudos científicos apontam que quem escreve seus objetivos tem mais tendência a alcançá-los. Quem escreve cria clareza sobre qual é o foco, quais os próximos passos e começa automaticamente a pensar em soluções para chegar lá.  

Nosso cérebro é um verdadeiro resolvedor de problemas. Por isso, deixe claro qual é o objetivo e você terá ideias surpreendentes sobre como será seu plano alcançar o que deseja! É importante lembrar que os objetivos devem ser, antes de tudo, um desejo genuíno seu. Não pense em metas para agradar as expectativas de outras pessoas — sonhe com algo que realmente anime e dê vontade de trabalhar para conquistar.

Desenvolva pontos fortes

Há um consenso de que as pessoas devem buscar aprimoramento, mas isso geralmente é mencionado apenas nos chamados pontos fracos. Enquanto isso, o espaço para criação de um verdadeiro diferencial para o crescimento fica esquecido.

De nada adianta ter pontos fortes e pontos menos fracos. Assim, é muito melhor investir nos talentos que já existem, reforçando suas características especiais, aumentando suas habilidades e o potencial daquilo que realmente é um diferencial.

Trabalhar pontos fracos é importante, mas não pode ser o único fator de atenção. Quando falamos de desenvolvimento real, o destaque deve ser em reforçar e valorizar o que já existe de bom, único e especial em cada pessoa.

Identifique sua vocação

Quais são as atividades que mais atraem sua curiosidade? O que traz um grande desconforto e faz querer agir? O que você faz que lhe deixa com mais disposição e energia, sem ver as horas passando? Existe algum assunto que você não consegue parar de comentar nem deixar de aprender cada vez mais?

Responder a essas perguntas muitas vezes ajuda a ficar mais perto de sua vocação. Lembre-se de que a vida não é feita de um caminho só. É possível corrigir as rotas, identificar novas oportunidades e até mesmo criar outras formas de trabalho que não existiam antes.

Quando se trabalha em um projeto ou área de interesse, é muito mais fácil querer se desenvolver, estudar mais e continuar se aprimorando. A busca da vocação serve para inspirar, não devendo ser fonte de angústia. Portanto, se você ainda não sabe bem o que quer fazer, continue tentando, pois só a prática será capaz de trazer respostas e levar a caminhos que até então eram desconhecidos.

Pratique o foco e a disciplina

Ser consistente é muito importante para obter crescimento profissional. Desenvolver o foco e a disciplina não é algo muito empolgante de se dizer, mas a verdade é que a disciplina tem um papel essencial na conquista de resultados.

É muito mais fácil melhorar um pouco a cada dia do que conseguir resolver tudo de uma vez só. É a mesma lógica dos exercícios físicos: o efeito, que parece não existir no primeiro dia, está no longo prazo. Por isso é importante confiar no processo e no poder de pequenas ações incrementais.

Contudo, para desenvolver o foco e a disciplina é importante, em primeiro lugar, abandonar a ideia de que é possível atingir a perfeição, combinado? É muito melhor buscar a consistência, com pequenas metas de curto prazo guiando os caminhos para um objetivo maior. Comemore essas pequenas conquistas e reconheça o papel delas em seus grandes objetivos.

Busque autoconhecimento

Saber muito sobre si mesmo é um tipo de habilidade que dá muito trabalho, mas vale o esforço. O autoconhecimento é uma tarefa para a vida toda e é uma das fontes de maior satisfação pessoal e profissional.

Quem tem dificuldades em identificar suas próprias visões de mundo, gostos e aspirações pode procurar por apoio profissional, fazer terapia, buscar práticas espirituais, meditação, leitura… Cada pessoa tem uma jornada de autoconhecimento diferente, por isso, é bom experimentar diversas opções e encontrar as melhores para o seu caso.

Lembre-se, porém, de que o autoconhecimento não resolverá a sua vida. É apenas uma ferramenta para que você possa trabalhar com foco no que realmente importa! E não se preocupe em aprender tudo rapidamente — novamente, o que deve ser apreciado é o processo.

Use os erros como oportunidade

Só não erra quem não arrisca fazer nada. Os demais, em algum momento, vão errar. Afinal, as coisas saem do controle e isso faz parte da vida. Aceitar a possibilidade e a existência do erro em si já é um grande aprendizado! Desse modo, é essencial afastar a culpa que surge pelo erro. A vergonha em não fazer as coisas do jeito certo é uma péssima conselheira, pois orienta para a estagnação.

Se errar em escolhas na sua carreira, em um trabalho específico ou até mesmo em uma relação pessoal, use o erro como uma oportunidade de reflexão e aprendizado. O que poderia ter sido feito de forma diferente? Como a sua reação aos acontecimentos influenciou o caso? Em uma nova situação parecida, há algo que pode prevenir problemas?

Assim, reflita sobre seus erros, busque ajuda e conselhos com outras pessoas, tente reparar o que for possível, peça desculpas se for o caso, colha os aprendizados e siga em frente. O medo de errar não deve servir como justificativa para deixar de agir das próximas vezes.

Conte com assessoria especializada

Você chegou até aqui e agora conhece os bons hábitos e o poder das mudanças na sua vida profissional, mas não consegue colocar os seus planos em prática? Uma consultoria personalizada pode ser capaz de aumentar os resultados, otimizando seu tempo! Por meio de uma assessoria especializada, como a minha, é possível construir técnicas de posicionamento para valorizar as suas qualidades.

Tudo é feito de forma personalizada, pensando em seus objetivos. Com o trabalho de aprimoramento da imagem pessoal e profissional, seu posicionamento no mundo será capaz de criar condições favoráveis para novas oportunidades. Como sempre digo, comportamento gera relacionamentos. Buscar sua melhor versão criará espaço para um networking muito mais eficiente!

A sua melhor versão é um objetivo e tanto — o que não significa que seja uma meta impossível. Aproveitar as oportunidades diárias de aprimoramento, mudar hábitos nocivos e viver em busca de seus sonhos é desafiador, mas traz grande satisfação profissional. Não deixe de lado a oportunidade de conquistar mais! Se precisar de ajuda para acelerar o processo, busque uma consultoria de imagem e comportamento para se posicionar perante o mundo como você deseja.

Se você gostou deste artigo e sente que está na hora de revolucionar a sua vida profissional, não perca tempo! Entre em contato comigo para saber mais sobre meus serviços!

Rachel Jordan é uma referência no mercado brasileiro de Consultoria de Imagem e Comportamento. Ministra cursos, oficinas e workshops por todo Brasil e online. É colunista da Claudia online, colaboradora de sites de comportamento e estilo.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This