Jovens líderes: por que cada vez mais dominam o mercado?

Jovens líderes: por que cada vez mais dominam o mercado?

Inúmeros gestores já compreenderam que formar lideranças é fundamental para ter sucesso em suas empresas. E por isso muitos deles andam à procura de pessoas inspiradoras e que tragam referência e influência positiva. É dentro desse contexto que os jovens líderes surgem, com muitas novidades.

As empresas atuais buscam atrair e reter pessoas proativas, abertas a mudanças e que pratiquem a atualização constante. Por sua vez, os jovens são instruídos a terem um perfil inovador, inspirador e empático, entre outras características que as organizações valorizam.

Bom, eu preciso ser realista e lembrar que, mesmo com essas perspectivas positivas, há um lado que pode trazer desvantagens. É importante reconhecê-las para poder lidar de maneira equilibrada com esses possíveis impasses.

Veja esse conteúdo que preparei para você e perceba por que esses jovens líderes estão dominando o mercado.

Por que os jovens líderes inspiram o mercado?

Com a chegada da geração Y, muitos aspectos têm mudado nas empresas, inclusive os estruturais. Quer um exemplo? Antigamente, sabia-se que era necessário trabalhar durante longos anos, solidificar a carreira para poder ganhar reconhecimento e cargos mais altos.

Mas hoje a questão é outra. O “tempo de casa” já não é mais determinante para influenciar a escolha do líder. Características como as que descrevo abaixo são fatores muito bem-vistos no momento de escolher uma liderança:

  • proatividade; 
  • capacidade trabalhar com demandas atuais; 
  • desenvoltura nos relacionamentos interpessoais; 
  • interesse pelos objetivos da empresa; 
  • eficiência para gerar motivação e engajamento etc.

Essa mudança no comportamento vem acontecendo desde a formação básica: antes, a escola tinha o objetivo de alfabetizar e preparar o aluno para o vestibular. Hoje, o foco está necessidade de moldá-lo para ser protagonista no mercado de trabalho.

Outro fator que influencia essa questão é o rápido acesso à informação. O recém-formado que busca aprender sobre o mercado pode, por meio da leitura, obter conhecimento sobre experiências de quem já passou por anos de trabalho e, assim, aprender desde cedo a lidar com problemas que não vivenciou, mas foi capaz de conhecer por meio de sua curiosidade.

Quais são as vantagens dos jovens líderes?

Desenvolver lideranças é buscar obter o máximo do potencial dos colaboradores de uma companhia. Ser líder é investir naquilo que sua empresa de fato precisa, e não no que sua equipe deseja. Por isso mesmo esse é um cargo que exige eficiência e responsabilidade.

Além disso, um líder moderno não busca apenas cumprir demandas, mas construir proximidade e oferecer acessibilidade para a equipe pelo qual é responsável.

Veja abaixo as vantagens que os jovens líderes podem trazer para uma empresa!

Liderar de forma dinâmica

Os jovens da geração Y demonstram capacidade para gerir de forma dinâmica e eficiente, junto com suas equipes. A vantagem é que, com uma liderança dinâmica, os jovens podem lidar com diferentes situações ao mesmo tempo, e as decisões são tomadas mais rapidamente, baseadas em diálogos mais diretos.

Os jovens líderes têm capacidade de acompanhar seu grupo, extraindo o melhor de cada pessoa. Além disso, eles também são dinâmicos no momento de lidar com uma quantidade massiva de informações, identificando rapidamente aquelas que são produtivas ou não.

Por mais que o jovem não chegue experiente ao mercado de trabalho, ele tem uma bagagem adquirida em cursos cada vez mais práticos, como participação em projetos e desenvolvimento de trabalhos — ferramentas essenciais para trabalhar o protagonismo e o dinamismo.

Buscar o desenvolvimento pessoal e da equipe

Para que uma empresa se desenvolva e conquiste o seu espaço no mercado de trabalho, a participação dos funcionários é essencial! Hoje está claro que a valorização do capital humano é a alma de qualquer negócio. Jovens líderes sabem disso, então procuram sempre incentivar sua equipe a vestir a camisa da organização e lutar pelo sucesso dela.

O líder é o funcionário-chave que contribui para:

  • melhorar o clima organizacional;
  • garantir uma boa produção;
  • impulsionar seu time a evoluir continuamente.

Cabe ao líder motivar e engajar seus funcionários — para essas atividades, sobra energia nos jovens. Além disso, eles mesmos são ótimos modelos de investimento em carreira — e, como eu e você sabemos, o exemplo começa de cima.

Líder é quem dá demonstração de esforço, estudo e conhecimento para seu grupo. Dessa forma, a equipe entra em sintonia com seus líderes, buscando neles o exemplo de desenvolvimento.

Trazer inovação para a empresa

Os cursos, as faculdades e as universidades conhecem as exigências do mercado de trabalho: criatividade, protagonismo e dinamismo. Essas características influenciam diretamente a capacidade de inovação no trabalho!

Os meios de comunicação exercem grande influência sobre os profissionais, que precisam de habilidade para lidar com as informações que vão de novas a antigas em um espaço de tempo mínimo. Por isso, é preciso que os líderes sejam ágeis e antenados.

Outro ponto importante a destacar é a atenção à concorrência e o acompanhamento das tendências em tempo real. O líder precisa administrar essas informações e tecer um plano, lançando-o no mercado antes que se torne ultrapassado. É preciso muita agilidade para lidar com o dinamismo dessas ações e, ainda assim, propor inovações.

Trabalhar com diversidade

A diversidade nas empresas é uma das melhores estratégias de promoção da atualidade. O motivo? Eu digo a você: a geração dos anos 90 cresceu, trazendo mudanças sociais aliadas aos avanços tecnológicos no mercado de trabalho.

Quando uma empresa assume que a diversidade é um investimento, ela sai da zona de conforto e aceita que as diferenças são uma característica humana! Então, admite que não pode lutar com ela, mas precisa aceitar sua presença e aprender a lidar com esses públicos diversos da melhor forma possível, o que é benéfico em vários aspectos, inclusive para a imagem corporativa.

É nesse cenário que a liderança jovem atua com muita assertividade, pois pode:

  • trabalhar com novos produtos e serviços;
  • analisar as possibilidades de crescimento;
  • empreender novos aprendizados dentro de uma organização.

Quais são os desafios da liderança jovem?

Mesmo com todos esses pontos positivos, também posso apontar algumas dificuldades para lidar com essa efervescência da juventude. Veja algumas desvantagens de lideranças jovens e descubra o melhor jeito para lidar com essas questões!

A resistência dos grupos para aceitar jovens líderes

Mesmo que uma liderança jovem traga resultados incontestáveis, precisa superar algumas barreiras, e uma das principais é a descrença que outras pessoas têm nas qualificações dela.

Outros colaboradores podem ter resistência a qualquer nova implementação na empresa devido à idade de seus líderes — situação essa que prejudica o clima organizacional na empresa. Mas é uma barreira que, com demonstração de competência e boa administração, pode ser quebrada.

A oposição dos jovens a treinamentos que consideram ultrapassados

O jovem é acelerado e, devido a essa característica, é normal que ele pule alguma fase ou aprendizado que poderia fazer a diferença em sua formação. Essa é uma questão delicada, pois existem treinamentos que — mesmo sendo tidos como antiquados — são importantes para preparar uma liderança.

Por isso, é preciso conscientizar o jovem líder sobre a necessidade de passar por processos importantes para garantir experiência e aprendizado nessa nova etapa de sua vida.

O risco de desvalorizar os profissionais antigos

Diante de uma mudança, os profissionais mais antigos continuam sendo peças fundamentais para a empresa, já que conhecem cada lugar e cada profissional da organização. Além disso, são eles que transmitem os valores construídos ao longo dos anos para os novos colaboradores.

Sabendo equilibrar os dois lados — o antigo e o novo — será possível encontrar uma forma de aproveitar todos os colaboradores, buscando o que há de melhor em cada um, para garantir o crescimento de todos.

Notou por que os jovens líderes estão cada vez mais presentes no mercado? Claro que é preciso analisar os vários lados da questão, por isso, apresentei para você as vantagens e as desvantagens do investimento nesse nicho profissional cheio de potencial.

Quer aprender mais sobre liderança? Sugiro que continue a leitura para saber por que a visibilidade traz grandes responsabilidades para os líderes!

Rachel Jordan é especializada em Imagem, Comportamento e Protocolos Internacionais. Instrutora e palestrante, executa um trabalho estratégico e personalizado para empresas e pessoas que desejem melhorar sua imagem pessoal e profissional com o objetivo de se reposicionar na carreira ou se colocar de forma mais adequada nas diferentes situações do cotidiano.

Comments (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This