Saiba o que é feedback e sua importância para os funcionários

A palavra feedback está em voga no mercado. Ouvimos e falamos dela, mas será que entendemos de verdade o que é feedback? Não é dar palpite, não é falar mal, nem elogiar ou dar bronca. É um processo, uma comunicação que procura promover crescimento e que aparece em vários contextos.

Ficou na dúvida? Quer entender melhor o que é feedback e sua importância? Continue comigo e saiba mais!

O que é feedback?

O feedback é o processo de dar um retorno sobre algum trabalho realizado e que tem a intenção de impulsionar uma mudança para melhor. Na empresa, os feedbacks são fundamentais para ajudar os colaboradores a crescerem profissionalmente e elevar o padrão de qualidade do serviço.

Essa comunicação deve ser realizada de forma assertiva e cuidadosa e é bom lembrar que ela é uma medida educativa, não tendo a intenção de punir. O feedback positivo valida um comportamento e incentiva a continuidade dele. Já o negativo reconhece o esforço, mas juntamente estimula a mudança.

Quais são os tipos de feedback? 

Existem diferentes maneiras de prover um feedback a um colaborador. Por essa razão, o gestor deve estar atento ao momento certo para poder dar esse retorno, fazendo com que o profissional o aproveite.

Feedback positivo 

Como já mencionei, a principal função desse feedback é ressaltar os pontos positivos do colaborador, a sua eficácia e bom comportamento diante dos acontecimentos, o atingimento de algum objetivo, entre outros. Esse reconhecimento é muito importante para que ele se sinta mais motivado a sempre oferecer o seu melhor para a empresa. 

Feedback negativo 

Apesar de parecer incômodo, o feedback negativo tem um peso importante na vida do colaborador. Quando o profissional não está atuando de acordo com os objetivos da empresa ou não está com o desempenho satisfatório, é essencial que o gestor converse com ele. O grande objetivo desse feedback é ajudar o funcionário a crescer dentro da empresa e fazer seu trabalho de maneira mais eficaz. 

Feedback construtivo 

Ele é a junção do feedback positivo e negativo. Tanto é que também pode ser conhecido como feedback corretivo, já que vem acompanhado de uma solução para resolver determinado problema. Para oferecê-lo, o gestor deve estar bastante preparado, principalmente em relação aos funcionários que não sabem lidar com críticas. 

Como fazer um feedback de maneira adequada?

Antes de conhecer algumas ações para dar o feedback de maneira adequada, é importante ressaltar que essa ação deve ser feita com frequência. Ou seja, ao terminar um projeto, quando um colaborador estiver destoando da equipe de maneira positiva ou negativa ou sempre que houver necessidade, o feedback deve ser oferecido. 

Comunicação 

O feedback está ligado à comunicação. Logo, essa última deve ser clara, objetiva e concisa. Por isso, nada de voltas, fale com firmeza ao funcionário, mas também ouça o que ele tem a dizer. Além disso, criar uma argumentação entre as partes, ajuda na assimilação por parte do profissional que o recebe. 

Empatia 

Colocar-se no lugar do outro, essa é a maneira mais fácil de dar um feedback. Entenda que outros problemas podem estar envolvidos no baixo desempenho, por exemplo. Por isso, busque essa compreensão até mesmo para garantir os resultados positivos da conversa. 

Ambiente 

O local onde o feedback será dado interfere bastante no seu resultado, sabia? Por isso, dê preferência a uma sala privada, onde você possa conversar com o colaborador, sem a interferência de outras pessoas. Essa ação é fundamental para garantir uma conversa mais aberta, sem expor o funcionário.

Emoções 

A inteligência emocional por parte do gestor também é muito importante. Ser agressivo, explosivo, estabelecer um monólogo, assediar o funcionário moralmente são emoções que devem passar longe de você. Por isso, separe um momento calmo para estabelecer o contato. 

Qual a importância do feedback individual? 

O feedback individual é importante, pois as pessoas têm necessidades diferentes e não erram na mesma coisa, pelo menos na maioria das vezes. Logo, essa conversa individual se faz necessária, já que assim o gestor poderá acompanhar mais de perto o desenvolvimento de cada funcionário e as mudanças que ocorreram após essa avaliação. 

É muito importante ressaltar que existe o feedback coletivo e esse se diferencia principalmente por ser dado ao grupo. Para isso, a equipe deve estar alinhada e, geralmente, atuando no mesmo projeto. Só assim será possível criar um ambiente onde haja a troca de percepções e uma reflexão sobre o que pode ser mudado. No entanto, vale ressaltar que a conversa individual costuma ser mais proveitosa. 

Quais as vantagens do feedback?

O feedback é benéfico tanto para quem o fornece quanto para quem está na escuta. Afinal, ele é uma referência para as próximas atitudes. Confira abaixo algumas vantagens que essa ferramenta traz!

Melhoria na qualidade do trabalho

O feedback possibilita que o profissional entenda quais os aspectos positivos do trabalho que ele realizou e em que é preciso modificar suas estratégias. O retorno ajuda o seu time a ajustar o que é produzido ao padrão de qualidade exigido pela sua empresa.

Com os apontamentos, sua equipe terá mais referências e poderá desempenhar melhor as suas tarefas. Essa medida acaba levando a uma maior produtividade, pois os colaboradores estarão mais capacitados para lidar com as atividades.

Aumento da motivação

Imagine você em seu emprego, se esforçando bastante, buscando fazer o seu melhor e nunca recebendo retorno de nenhuma pessoa. Nem um comentário, nem elogio ou crítica. Uma situação de indiferença de quem recebe o seu trabalho.

Certamente o desinteresse do outro é desmotivador. O feedback é uma forma de mostrar para o profissional que o trabalho foi avaliado e que há coisas que estão boas, outras que precisam melhorar. Isso impele o colaborador a agir, a continuar se empenhando e tentando melhorar seu desempenho.

Melhora da comunicação

Um dos grandes benefícios do feedback é que ele dá abertura para a sua equipe dialogar. Se você dá um retorno sobre os resultados, você tem a chance de ouvir os colaboradores e também de identificar problemas que não são tão visíveis.

Pense em uma reunião onde o gestor explica para os profissionais que as planilhas desenvolvidas ficaram desorganizadas. A equipe pode aceitar a opinião, mas também informar que tem recebido dados de última hora, o que dificulta a realização de um trabalho melhor.

A partir daí, todos podem conversar e procurar formas de dar um tempo razoável para o time desenvolver as planilhas. O feedback, nesse contexto, abriu portas para a equipe dialogar e buscar soluções.

Aprendizagem mútua

Dar feedback é um aprendizado, assim como receber um. É preciso avaliar os resultados, desenvolver argumentos sólidos para fundamentar as críticas positivas e negativas e se expressar com assertividade. Falar com clareza e cordialidade, mas sabendo pontuar os problemas, é fundamental.

Para quem recebe o feedback, há o aprendizado de saber ouvir críticas, valorizando o que foi feito, mas aceitando que é possível melhorar. O retorno pode gerar um pouco de frustração, mas isso pode funcionar como um motor para incentivar a mudança.

O feedback é um recurso de comunicação que busca promover aprendizagem e crescimento. Ele envolve críticas construtivas, argumentação e uma boa capacidade de se expressar.

Esse retorno traz vários benefícios, como melhoria da comunicação, aumento da qualidade do trabalho, crescimento pessoal para quem dá e quem recebe os feedbacks e aumento da motivação. Tudo isso leva a mais produtividade e qualidade de vida no trabalho.

E então, gostou de entender mais sobre o que é feedback e sua importância para o empreendimento? Confira também o meu post com dicas de motivação para sua equipe conquistar mais sucesso!

Rachel Jordan é especializada em Imagem, Comportamento e Protocolos Internacionais. Instrutora e palestrante, executa um trabalho estratégico e personalizado para empresas e pessoas que desejem melhorar sua imagem pessoal e profissional com o objetivo de se reposicionar na carreira ou se colocar de forma mais adequada nas diferentes situações do cotidiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This