Etiqueta corporativa: como entender e usar

Etiqueta corporativa: como entender e usar?

Para que um empreendimento prospere, ter um ambiente empresarial equilibrado é essencial. Entretanto, muitas vezes, isso não acontece porque os colaboradores desconhecem o conceito de etiqueta corporativa. Muitos dos ruídos de comunicação que acontecem no meio profissional poderiam ser evitados se todos seguissem as regras de boa convivência.

Entender a necessidade de uma etiqueta corporativa e ser capaz de aplicá-la pode representar a diferença entre um resultado favorável ou ver seu negócio não dar certo devido às dificuldades de relacionamento.

Preparei este post para que você entenda o significado desse conceito tão importante e saiba usá-lo como motivação e engajamento em seu trabalho. Acompanhe!

O que é a etiqueta corporativa?

É um conjunto de normas que visa alcançar uma interação mais harmoniosa entre os colaboradores e também no tratamento com os clientes. Conhecer essas regras permite que o local de trabalho se torne mais leve, proporcionando a todos um ambiente de produção mais eficiente.

Além disso, um funcionário que tenha uma boa postura profissional se destaca aos olhos do seu superior e pode estar em vantagem para uma futura promoção. Entre as principais regras da etiqueta corporativa estão o trato com os colegas e chefes, a forma de se portar em reuniões e eventos, saber como falar por telefone ou e-mail e a apresentação física.

Qual a sua importância?

O ambiente corporativo está em efervescência. Em consequência disso temos um aumento da concorrência entre os próprios funcionários. É necessário, compreender que essa competição deve ser sadia, de forma que ajude e não prejudicial, de maneira que atrapalhe as relações e destrua qualquer etiqueta dentro da corporação.

No mundo corporativo a etiqueta está ligada à ética profissional e deve fazer-se presente em todos os níveis, desde os colaboradores aos líderes. E é importante que esse compromisso ético faça parte do cotidiano. Quando a etiqueta profissional é ferida é possível que você esteja desconsiderando o próximo e não oferecendo o devido respeito.

Por isso, boas maneiras, compreensão e empatia são valores que podem ser construídos dentro de uma cultura organizacional. Assim, os colaboradores além de serem competentes em relação ao trabalho técnico ou à produção, também demonstrarão boas habilidades em suas apresentações e no relacionamento interpessoal.

Como praticá-la?

Para reconhecer a necessidade da etiqueta profissional dentro da empresa, o ideal é que se tenha um olhar amplo sobre as relações dentro da própria corporação, das outras corporações e sobre os clientes.

Por isso, para que a etiqueta seja exercida com qualidade é importante proporcionar um conjunto harmonioso de gestos, roupas, cultura, atitude, palavras e voz, com a intenção de melhorar as relações humanas. Veja quais as formas mais satisfatórias de aplicar a etiqueta corporativa!

Preserve um ambiente harmônico

O ambiente em que você se encontra afeta sua forma de agir. Um local com clima pesado e repleto de mau humor contagia os outros a se comportarem dessa forma. Assim, é importante fazer o possível para manter um entorno agradável e evitar comentários que possam ofender outras pessoas.

Evite fofocas, bajular o chefe ou ser muito íntimo com os clientes. Busque ser simpático, educado e sociável, mas sem perder a objetividade. Cumprimentar todos sempre com um sorriso no rosto, controlar o uso de gírias e equilibrar o tom da voz são outras boas dicas para garantir a etiqueta corporativa.

Tenha atenção em reuniões e eventos corporativos

Em reuniões, sejam internas ou com clientes, é necessário tomar um maior cuidado, pois nesses momentos normalmente você encontra com pessoas com as quais não tem contato diariamente. Em hipótese alguma se atrase. Além disso, procure memorizar os nomes dos participantes

Esteja pronto para dar sua opinião, mas demonstre estar aberto à dos outros, e evite falar sobre assuntos pessoais ou deixar o celular ligado. No caso de eventos corporativos, lembre-se de que não está lá para diversão, mas representando sua equipe. Seja atencioso, mas não muito íntimo, e evite excessos. Conheça os costumes locais para evitar indiscrições.

Se expresse da maneira correta

Cada tipo de situação exige uma forma diferente de agir. Em todas elas, contudo, é importante tomar cuidado com o tom de voz e os gestos usados, para que não soem agressivos, e ter vocabulário e pronunciação corretos.

Ao telefone, identifique quem você é e o motivo da ligação e pergunte se o interlocutor tem disponibilidade para falar. Seja direto, demonstre entusiasmo e interesse. Caso o diálogo ocorra via e-mail, seja objetivo, simples, educado e verifique se não há erros de digitação.

Cuide do visual

O respeito pelo outro também é definido pela roupa que você usa. Vou explicar: se você vai a uma festa de aniversário promovida por um amigo muito próximo, você irá bem vestido ou mal vestido? Se sua roupa não estiver adequada ao evento, o seu amigo poderá pensar que você, provavelmente, não gostaria de estar lá, teve pouco tempo para se arrumar ou, simplesmente, foi àquela festividade por obrigação.

Mas quando temos consideração pela outra pessoa, queremos nos apresentar da melhor forma. É essa uma atitude que demonstra o nosso respeito, nosso cumprimento e gentileza. O cuidado também é uma forma de apreço.

O vestuário representa uma boa parte da primeira impressão que uma pessoa tem da sua personalidade. No ambiente profissional, evite roupas justas ou muito reveladoras, prefira algo mais discreto. Entenda o quão formal é o escritório ou a situação presente e se adapte. 

Use o bom senso

O grande curinga no que diz respeito à etiqueta corporativa é o bom senso. Pensar com calma e avaliar o problema para tomar uma medida sensata costuma cobrir grande parte das gafes cometidas. Informe-se sobre as regras de comportamento em cada situação, busque agir de forma a não desrespeitar ninguém e seja honesto e sincero em relação aos erros cometidos.

O mundo empresarial de hoje exige posturas e atitudes adequadas, e usar as etiquetas corporativas para conviver no ambiente profissional é importante para se destacar e crescer na carreira. 

Exercite a gentileza

O ditado popular “gentileza gera gentileza” deve ser um valor dentro da corporação. Quando somos gentis com os outros auxiliamos para que o ambiente torne-se mais agradável, elegante e cortês. Uma pessoa gentil é considerada encantadora pelos seus colegas de trabalho.

É, por isso, que a gentileza no ambiente de trabalho é um dos maiores triunfos do profissional e, normalmente, quando uma pessoa é gentil com a outra, ela acaba se destacando naturalmente. Além disso, gentileza também está relacionada com valores como o caráter, a ética e a segurança profissional.

Porém, fique atento: tudo é equilíbrio. Muitos se questionam “mas se eu for gentil as outras pessoas poderão se aproveitar de minha boa vontade”. É justamente por isso que a gentileza deve vir acompanhada da autoestima, de forma que você conheça os seus limites para doar e os limites dos colegas para receber.

Esqueça o derrotismo

Às vezes, passamos por situações que nos fazem questionar nossas qualificações, nosso trabalho e, assim, nos sentimos menores. Por isso, é muito importante que você trabalhe o próprio reconhecimento sobre suas qualidades. Esquecer o derrotismo é uma peça chave para a autoestima e para a autoconfiança.

Em situações de derrotismo, os profissionais, frequentemente, ficam se comparando com os colegas de trabalho, e “a grama do vizinho é sempre a mais verde”. Mas essa ideia precisa ser desconstruída, pois todo o seu caminho para ser o profissional que você é hoje, é valoroso.

Quando você passar por algum momento difícil, lembre-se de que ele é passageiro e que tudo é temporário. Por isso, confie em si e em seus propósitos. A dificuldade é uma preparação para momentos maiores e melhores. É assim que você se tornará um profissional inspirador dentro da corporação. Esqueça o derrotismo, demonstre confiança e capacidade de superação.

Observe o uso do celular

O celular, atualmente, é um grande facilitador na vida de um profissional. Permite-nos responder e-mails, enviar mensagens instantâneas, publicar e visualizar conteúdos em qualquer momento. Há casos em que o celular também é uma forma de comunicar-se com os fornecedores.

Porém, o uso inapropriado do celular prejudica o rendimento e compromete a produtividade. E, principalmente, nas reuniões o uso desse aparelho é um grande pecado. Se alguém está falando, é importante ter atenção, respeitar e ouvir.

Por isso, durante esses eventos o ideal é deixar o celular completamente de lado e ficar offline. Outra dica importante: não poste conteúdos da reunião; a não ser que seja solicitada, essa é uma ação indelicada e invasiva com os seus colegas de trabalho.

Seja pontual e assíduo

A pontualidade é um compromisso com o trabalho e, para que as empresas desempenhem suas atividades corretamente e seguindo a um planejamento, é essencial que os colaboradores compreendam a importância da assiduidade.

A impontualidade pode desencadear um desconforto geral no seu grupo de reunião. Imagine deixar várias pessoas esperando por você? O atraso compromete a credibilidade profissional e ainda pode ser considerado um desrespeito com o próximo.

Entendo que imprevistos acontecem. Mas caso ocorra algo grave, notifique os colegas de trabalho, deixe-os informados. Caso contrário, organize-se para que os atrasos não ocorram. Programe o despertador, use uma agenda, peça alguém para avisar, mas o importante é manter a pontualidade.

Cuidado com as reclamações

Lidar com pessoas que reclamam muito não é fácil e um funcionário que reclama pode prejudicar qualquer negócio. Não faz parte da etiqueta de um bom colaborador apenas trazer reclamações e influenciar negativamente os colegas, causando um péssimo clima para o trabalho.

Uma pessoa que reclama pode trazer desconforto, mostrar-se inconfiável e afastar os possíveis clientes. Há reclamações que podem ser produtivas; o que podemos chamar, na verdade, de crítica construtiva , mas apenas se forem feitas de maneira educada e sugerindo uma solução para o problema.

Por isso, reflita sobre as suas ações, sobre as suas falas. Perceba se você faz reclamações durante o dia e se, de alguma forma, elas podem ser produtivas. Se não forem, não fale. Reclamar por reclamar não resolverá o problema.

Não imponha suas ideias

Muitas pessoas, quando atingem certo patamar, começam a impor suas ideias, esquecem que escutar o próximo é importante, gera produtividade e faz parte da etiqueta empresarial.

Um bom profissional saberá escutar, retirar o que há de bom na fala do próximo, influenciar e sugestionar suas ideias de forma que elas cresçam naturalmente no grupo. Ele não forçará uma comunicação de caráter autoritário e a invasão do espaço alheio.

Quando falamos em conversas, reuniões e feedbacks empáticos, estamos falando sobre boas relações humanas, entendendo, compreendendo e comunicando com o outro. Promovendo, dessa forma, um diálogo transparente na corporação e cada vez mais inclusivo para novas ideias.

Assim, provavelmente, além de todos os benefícios relacionados à etiqueta empresarial, também será possível trazer grandes vantagens para o clima organizacional. A empresa poderá trabalhar seus melhores valores e ter um time motivado em que todos trabalhem para um mesmo objetivo. É dessa forma que criamos um estímulo entre os colaboradores e fazemos com que todos se sintam peças importantes para o todo que é a empresa.

Você passou por situações em que a etiqueta corporativa lhe ajudou ou auxiliou a sua equipe no trabalho? Deixe seu comentário e compartilhe conosco e os demais leitores a sua história!

 

Rachel Jordan é especializada em Imagem, Comportamento e Protocolos Internacionais. Instrutora e palestrante, executa um trabalho estratégico e personalizado para empresas e pessoas que desejem melhorar sua imagem pessoal e profissional com o objetivo de se reposicionar na carreira ou se colocar de forma mais adequada nas diferentes situações do cotidiano.

Comments (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This