Etiqueta à mesa: quais são as regras em relação aos talheres?

6 minutos para ler

Já pensou em como aprender regras de etiqueta à mesa pode ajudar no seu desenvolvimento pessoal e profissional? Isso mesmo! Eu fico imaginando como seria constrangedor chegar em um evento, ver aqueles talheres e não saber usá-los da forma adequada. Não é muito legal! Além de não passar segurança para as pessoas que estão à sua volta, pois você tem a sensação de que está em um ambiente que não faz parte do seu cotidiano.

Mas isso não precisa ser um “bicho de sete cabeças”. Com as dicas que vou apresentar aqui, tenho certeza de que aprenderá da melhor maneira as regras de etiqueta, ajudando-o na hora de montar a mesa e/ou fazer a refeição. Continue a leitura para conferir algumas dicas em relação aos talheres. Garanto que não vai se arrepender!

Conheça a utilidade dos talheres principais

Os talheres principais (faca, garfo e colher) têm utilidades distintas durante uma refeição, que variam de tamanho e formato, dependendo do tipo de prato que será servido no local. Para isso, é importante que se tenha entendimento sobre o significado de alguns deles. Confira:

  • garfo de jantar: é conhecido como garfo de carne e costuma ter tamanho maior do que os demais;
  • garfo de peixe: ele é o primeiro a ser usado, caso exista no menu a opção de peixe;
  • faca de jantar: é a maior, também conhecida como a faca de carne;
  • faca de peixe: tem um formato especial para a refeição;
  • colher: é um talher principal, utilizado caso seja servida alguma sopa.

Saiba como colocar os talheres na mesa

Faca, garfo e colher são utilizados na refeição principal. Agora, é preciso que saiba a posição correta de cada um. Para saber como serão postos à mesa, tenha em mente que os talheres devem ser posicionados de fora para dentro, de acordo com a ordem que os pratos vão ser servidos. Ou seja, os que estiverem mais distantes do prato precisam ser utilizados primeiro.

Veja esse exemplo prático: você está em um restaurante e há dois jogos de talheres iguais, ou seja, duas facas do lado direito e dois garfos do lado esquerdo. Isso pode fazer com que fique confuso sem saber qual deve ser utilizado primeiro, não é mesmo? Para isso, lembre-se de que é importante usar o que está mais distante do prato para a primeira refeição e, assim, sucessivamente. Dessa forma não tem erro.

Os talheres para sobremesa devem ficar acima do prato. Geralmente, um garfo e uma colher. Caso haja alguma fruta, é colocada uma faca de sobremesa acima da colher, com o cabo na mesa na mesma posição do outro talher.

Essa dica que estou apresentando, serve também para quem está colocando os talheres na mesa. Como vimos no tópico anterior, existem diversos tipos de talheres, para variadas refeições. Pensando nisso, ao montar uma mesa de jantar, por exemplo, siga as orientações do que vai ser servido primeiro para que tudo fique posicionado da forma correta.

Não troque talheres enquanto come

Na maioria dos casos, a faca fica posicionada do lado direito e o garfo do lado esquerdo. Lembrando que os talheres devem ser usados no mesmo lado que foram posicionados para a refeição. Agora, caso não consiga usar determinada mão para comer na hora da refeição, não se desespere. É possível trocar o lado dos talheres de forma discreta.

Mas lembre: os talheres não podem ser trocados enquanto você come, isso compromete sua etiqueta e demostra despreparo na hora da refeição. Para fazer o uso adequado da etiqueta à mesa, saiba que o garfo precisa ser posicionado com a parte côncava voltada para baixo, da mesma forma que o dedo indicador da mão direita deve firmar a faca.

Leve os talheres à boca

Essa hora é tão importante quanto a organização dos talheres na mesa. Um erro muito comum, que às vezes passa despercebido, é fazer a refeição indo em direção à comida. Entretanto, na hora de comer, é imprescindível que o talher vá ao encontro da sua boca, e não o contrário.

Para quem for destro, é importante que o garfo fique na mão esquerda e a faca descase sobre a parte superior do prato. Ah, não esqueça que a lâmina deve ficar voltada para dentro do prato. Além disso, evite fazer qualquer tipo de barulho com os talheres durante a refeição, pois isso soa desagradável aos convidados presentes.

E na hora da sopa, sabe a forma correta de tomá-la? Incline a colher para retirar o líquido aos poucos, essa é uma dica de ouro de etiqueta à mesa que você não pode esquecer.

Não cruze talheres dentro do prato após as refeições

Provavelmente, você não deve ter ligado muito para esse tópico durante aquele jantar de negócios. Entretanto, quem entende de etiqueta sabe o quanto é deselegante cruzar os talheres dentro do prato após as refeições.

Para evitar cometer essa gafe, vou ensinar a melhor forma de se portar depois de terminar a alimentação: coloque os talheres em posição perpendicular ao prato, no sentido norte-sul. O garfo deve ficar do lado esquerdo e a faca do lado direito. Dica: quer mostrar que você gostou do jantar e está satisfeito? Então, deixe os talheres juntos e paralelos em cima do prato.

Agora que tal vermos alguns erros cometidos durante as refeições? Veja o próximo tópico.

Etiqueta à mesa: veja os maiores erros no uso dos talheres

Agora que você sabe se portar com etiqueta à mesa, é preciso que fique atento aos maiores erros cometidos com o uso dos talheres. Confira:

  • trocar os talheres enquanto come;
  • bater ou arranhar os talheres no fundo do prato;
  • abrir muito os cotovelos durante as refeições;
  • conversar ou gesticular com os talheres na mão;
  • cruzar os talheres após terminar a refeição.

Saber a forma correta de utilizar os talheres na etiqueta à mesa é essencial para o bom convívio em sociedade e para a melhora da sua imagem, visto que demostra que você tem educação para se portar adequadamente durante as refeições. Assim, você evita gafes e indelicadezas com alguém, seja em um encontro com amigos e familiares, seja durante uma reunião de negócios.

Agora que apresentei as regras de etiqueta à mesa em relação aos talheres, convido você a aprender sobre “Etiqueta social: as regras que prevalecem e quais estão ultrapassadas”. Boa leitura!

Rachel Jordan é uma referência no mercado brasileiro de Consultoria de Imagem e Comportamento. Ministra cursos, oficinas e workshops por todo Brasil e online. É colunista da Claudia online, colaboradora de sites de comportamento e estilo.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This