Entenda o que é a política de feedback e como implementá-la. A política de feedback tem como objetivo criar um ambiente no qual os comentários e as opiniões sobre o desempenho dos funcionários e a atuação da empresa sejam construtivos e frequentes. Assim, ajudam na melhoria dos processos internos e no desenvolvimento profissional de todos os envolvidos no negócio.

Contudo, para que essa prática seja eficiente, é necessário que os líderes utilizem técnicas adequadas e se tornem exemplos para as equipes, fazendo com que as boas práticas sejam reproduzidas e o feedback se torne parte da cultura da organização.

Neste artigo, você conhecerá algumas medidas para implementar a política de feedback na sua empresa. Continue a leitura!

Entenda o que é a política de feedback e como implementá-la

Oferecer um feedback contínuo

O feedback precisa ser uma prática contínua dentro da organização. Dessa maneira, a melhoria na formação de equipes de alta performance se torna muito mais frequente.

Além disso, quando um retorno é fornecido com frequência, os funcionários tendem a perceber com facilidade o que pode ser melhorado e ficam mais motivados para evoluir e dar continuidade ao que estão fazendo bem.

Elaborar um planejamento

Até mesmo para os melhores comunicadores, é difícil transmitir um feedback eficiente sem planejamento. Principalmente em ambientes nos quais essa cultura ainda não está consolidada, uma frase mal colocada pode prejudicar todo o rumo da conversa.

Por isso, é importante evitar improvisos, tendo os pontos que deseja abordar com cada um dos colaboradores já estabelecido. Desse modo, é possível fundamentar observações e encontrar maneiras de compartilhá-las clara e concisamente, bem como ter um registro que permita o acompanhamento da evolução individual.

Enaltecer os pontos fortes

Um dos erros mais comuns ao oferecer um feedback é focar apenas nos pontos negativos e esquecer de apontar as qualidades. Esse comportamento, além de ser muito desestimulante, impede que o funcionário saiba quais são os seus maiores potenciais e o que deve ser mantido na realização das atividades.

Dessa forma, é imprescindível deixar claro quais são os pontos positivos do trabalho e como eles estão se transformando em resultados para a empresa e podem ajudar na evolução da carreira.

Apresentar soluções

Ao apontar aspectos negativos, é fundamental mostrar como eles podem ser melhorados. Apenas dizer que algo não está bom causa desmotivação e insegurança e, consequentemente, prejudica a qualidade das tarefas.

Ao perceber uma dificuldade, observe, entenda o motivo pelo qual ela existe e busque soluções que possam ser repassadas junto com o feedback. Assim, em vez de apontar um obstáculo para o colaborador, você apresentará uma oportunidade de aprendizado.

Ter empatia

As pessoas têm maneiras diferentes de lidar com os comentários. Por isso, é essencial conhecer as suas características individuais e conseguir se colocar no lugar de cada um dos funcionários ao elaborar e informar as avaliações. Desse modo, é mais fácil oferecer um feedback construtivo, que estimule o colaborador e auxilie no desenvolvimento e na obtenção de conquistas.

A política de feedback é muito importante para o sucesso do negócio. Essa prática contribui bastante para a obtenção de resultados positivos, a melhoria dos processos internos, garantia de inovação e aumenta a oferta de produtos e serviços de qualidade para os clientes.

Além disso, em ambientes em que o feedback se torna um hábito, os colaboradores sabem a importância do seu trabalho para o negócio e tendem a ficar mais satisfeitos, contribuindo para a retenção de talentos e para o ganho de relevância na área de atuação.

As dicas apresentadas neste artigo foram relevantes para você? Conhece outras ações importantes para implementar a política de feedback? Compartilhe nos comentários!

Rachel Jordan é uma referência no mercado brasileiro de Consultoria de Imagem e Comportamento. Ministra cursos, oficinas e workshops por todo Brasil e online. É colunista da Claudia online, colaboradora de sites de comportamento e estilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *