Cumprimentos formais: como cumprimentar outros profissionais

Cumprimentos formais: como cumprimentar outros profissionais?

Em ambientes mais formais, até mesmo a maneira como cumprimentamos as pessoas exige um pouco mais de atenção, sobretudo, quando se pretende causar uma boa impressão e tecer relacionamentos profissionais de alta qualidade.

As regras de etiqueta e boas maneiras mudam de acordo com a circunstância. E isso pode nos deixar confusos, sem saber o que fazer na hora dos cumprimentos formais.

Cumprimentos formais: como cumprimentar outros profissionais

Se você concorda que nem sempre fica claro quem deve começar cumprimentando quem, ou que gestos deveria fazer, não precisa se apavorar. O post de hoje te ajudará muito, com dicas sobre cumprimentos formais. Confira!

Quem chega é quem cumprimenta?

Sim. Essa é uma regra geral e até bastante conhecida pela maioria das pessoas.

Mas não é preciso exagerar. Dependendo do momento, basta dizer “Bom dia” ou “Boa noite a todos”, e esperar pela apresentação que o anfitrião do evento ou o líder da reunião fará a seu respeito.

Quando isso acontecer, você pode estender a mão para cumprimentar, especialmente se você não tem intimidade com quem estiver falando.

“Como vai?” e “É um prazer!” são frases suficientes para a circunstância. Se quem o introduziu se esquecer de dizer seu nome, você pode fazê-lo, indicando nome e sobrenome.

Quem se levanta para cumprimentar alguém?

Pode parecer educado levantar em qualquer circunstância, apertar a mão das pessoas e partir para os eventuais beijinhos no rosto. Mas, em um ambiente formal, não é bem assim.

Em uma situação de jantar de negócios em um restaurante, por exemplo, as mulheres não precisam levantar-se durante uma apresentação formal. Apenas os homens devem levantar-se sempre. Porém, se você chegou ao local e está sendo apresentado às pessoas, poderá sinalizar que não é necessário que se levantem.

Se foi um encontro inesperado, e você não ficará para o jantar com essas pessoas, um sorriso simpático e um aceno de cabeça são suficientes para o contexto.

Como um anfitrião ou anfitriã apresenta alguém?

Apresentações não devem ser muito demoradas. Dizer o nome acompanhado do sobrenome e a relação da pessoa com você são suficientes. Por exemplo: Fulano de tal, meu assistente.

É importante não bajular as pessoas nesse momento, não precisa utilizar adjetivos como “meu amigo mais querido”; ou pior ainda, “o mais bonito”. A não ser que estejamos lidando com um homenageado em um evento especial, talvez caibam elogios e pequenas brincadeiras.

E quando estiver diante de uma autoridade?

O mais correto é esperar que essa pessoa cumprimente e se apresente a você, caso contrário pode parecer que você está sendo oportunista. De forma geral, “a pessoa menos importante” é comumente apresentada à “mais importante”.

A qualificação de autoridade pode estar relacionada às posições hierárquicas e a competências profissionais, mas também à idade e aos gêneros. O mais novo normalmente se apresenta ao mais velho.

Que outras dicas rápidas de cumprimentos formais observar?

Além das condutas que vimos, vale a pena ter na memória algumas outras boas dicas sobre cumprimentos formais. Uma das mais básicas é tomar cuidado com a pressão no aperto de mão. Ele não pode ser frouxo, mas não precisa machucar a mão da pessoa. Basta um pouco de firmeza.

Nada de tapinhas nas costas durante o abraço de cumprimento.

Beijar as costas da mão ao conhecer uma senhora é um cumprimento que está um pouco fora de moda para os homens, mas ainda pode ser considerado respeitoso.

Ao se despedir, pode-se apenas dizer “Até logo!” ou “Até breve!”.

Não é necessário ficar grudado em alguém que acabou de conhecer em um evento. O assunto pode acabar rapidamente, e aí é só pedir licença e se retirar. E não é conveniente mencionar sobre seus cargos profissionais do passado em uma apresentação, isso é muito desagradável.

Com essas dicas de cumprimentos formais, as relações com outras pessoas certamente serão mais harmoniosas, e a comunicação será facilitada!

Se você curtiu as dicas, curta também a nossa página no Facebook e acompanhe outros posts!

Rachel Jordan é especializada em Imagem, Comportamento e Protocolos Internacionais. Instrutora e palestrante, executa um trabalho estratégico e personalizado para empresas e pessoas que desejem melhorar sua imagem pessoal e profissional com o objetivo de se reposicionar na carreira ou se colocar de forma mais adequada nas diferentes situações do cotidiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This