Como representar a empresa em eventos: dicas e recomendações essenciais

9 minutos para ler

Entre as boas práticas para tornar a sua empresa reconhecida no mercado, participar de feiras e eventos é uma alternativa que deve ser considerada, uma vez que o profissional escolhido poderá apresentar a outras pessoas quais são os seus principais produtos, como são as estratégias adotadas pelo seu negócio, além de ser uma oportunidade de explicar sobre a visão e os valores de sua organização.

Muito mais do que apenas oferecer produtos e serviços de qualidade, quem realiza ações que estimulam algum ganho para a sociedade estabelece vínculos com o público e possíveis parceiros. Por essa razão, é preciso entender sobre como representar a empresa em eventos, com o objetivo de que essa estratégia seja de fato efetiva.

Aqui, elaborei as principais dicas para isso. Boa leitura!

Seja amigável

O primeiro passo para o contato com outros profissionais e organizações é ser amigável. Não basta apenas ser simpático, ser amigável quer dizer também que você está por dentro do planejamento daquele evento, entende os motivos pelos quais ele foi elaborado e está bem alinhado de por que a sua empresa mandou um representante.

Para isso, inicie a conversa fazendo uma pergunta sobre algo discutido durante o evento, focando em saber se a pessoa com a qual você está interagindo tem conhecimento sobre o assunto. Isso demonstra empatia de sua parte, além de evitar situações constrangedoras de abordar um assunto no qual uma das partes não tem nenhuma familiaridade.

Da mesma forma, não é recomendável que você fale apenas o óbvio. Isso vai demonstrar falta de conhecimento de sua parte e de preparo sobre o assunto, além de trazer insatisfação ao seu interlocutor. Se você falar de sua empresa, seja breve e objetivo. Gastar o tempo de outras pessoas explanando detalhadamente sobre a sua organização pode ser desinteressante. Para isso, selecione previamente tópicos mais importantes e que de fato sejam interessantes para serem discutidos.

Preocupe-se com a sua aparência

A imagem que as pessoas terão de você consequentemente será aquela que elas terão de seu negócio. Por essa razão, sempre aconselho em minhas consultorias que os profissionais se preocupem com a sua aparência no momento de ir a eventos representar a organização. Não é recomendável que haja exageros de maquiagem no caso das mulheres, nem de acessórios que chamem muita atenção. No caso dos homens, manter o tradicional é o mais indicado, com terno social, barba feita e cabelos arrumados.

Se a sua empresa for mais descolada e o evento apresentar as mesmas características, é permitido ir mais descontraído. Afinal, vai destoar das outras pessoas estar com um traje social se nenhum dos participantes apresenta essa vestimenta. Assim, recomendo que avalie qual é o perfil de seu negócio, como será o público do evento e opte por uma vestimenta que vai condizer com aquela ocasião.

Certa vez, em um congresso em São Paulo cuja eventualidade exigia um traje mais tradicional e voltado para o social, havia um grupo de pessoas com roupas bem casuais. Mesmo que a sua empresa tenha um dress code que opte por ser mais tranquila em relação às regras formais de outras organizações, em locais onde o contato com outros profissionais seja essencial para o crescimento de seu negócio, é recomendável estar apto para garantir boas oportunidades, concorda?

Seja profissional

Em qualquer evento, haverá momentos em que você vai se descontrair com outros participantes. Nesses instantes, vai rolar um papo mais amigável em que é possível até mesmo abordar contextos pessoais. No entanto, tenha atenção para manter o profissionalismo e não entre em assuntos polêmicos que podem causar desconforto.

Entenda que a sua visão de mundo e as opiniões políticas que você carrega não são as mesmas de sua empresa. Caso você se aprofunde nesse tipo de assunto, poderá passar uma impressão negativa da organização, impedindo que ela feche parcerias ou até mesmo que consiga mais clientes por meio desse networking.

Além disso, recomendo que se preocupe com as redes sociais. Entende-se que aquele perfil representa o que você age em seu dia a dia, suas opiniões e expectativas em relação aos acontecimentos. Contudo, caso elas estejam presentes em seu cartão de visitas, não é muito ético entrar em assuntos que não agradam a todas as pessoas.

Para isso, o que acha de fazer dois perfis, um que aceitará apenas amigos e familiares e outros para o meio de convívio? Essa é uma dica que pode ser aplicada para evitar situações negativas e impressões erradas.

Desenvolva regras de etiqueta

A etiqueta profissional casa com muitas outras dicas que já apresentei neste conteúdo, como a forma com a qual você se apresenta e se veste para um evento empresarial. No entanto, ela vai além de apenas se comportar adequadamente e estar com uma aparência de acordo com o que pede o evento.

A pontualidade, por exemplo, exige uma atenção especial por parte do profissional. Especialmente em eventos menores, não é de bom-tom fazer outras pessoas esperarem a sua chegada, o que compromete ainda o planejamento elaborado pelo organizador. Preocupar-se com o tom de voz também é uma das regras para a etiqueta profissional: o ideal é que ele seja neutro, além de controlar as suas reações para os mais diversos momentos que podem surgir.

“Rachel, eu sigo todas as sugestões apresentadas por você, mas se o participante de outra empresa não seguir a mesma linha e adotar um viés político, agressivo ou fora de contexto dentro de uma conversa?”. É justamente nesse momento que você vai se mostrar profissional e estabelecer um diálogo sem alterar o seu posicionamento, pensando duas vezes ou até três vezes antes de realmente oferecer uma resposta ao seu interlocutor.

Por fim, ainda recomendo sempre controlar o humor. Ele é muito bem-vindo, desde que sem exageros. Existe a necessidade de compreender que você vai se deparar com pessoas diversas, de culturas diferentes e de empresas com posicionamentos diferentes da sua. Por essa razão, não aborde questões que para você e sua equipe são tranquilas, mas para outras pessoas soam agressivas.

Demonstre conhecimento

Você deve demonstrar conhecimento não apenas relacionado ao evento em questão e às soluções ali apresentadas. Estude previamente sobre o seu nicho de mercado e selecione bons argumentos de como a sua empresa impacta positivamente os seus clientes. Novamente, ressalto sobre a importância de não detalhar demais o seu negócio e as suas soluções. Tenha foco e explique aquilo que é interessante.

Para isso, busque com a sua equipe um case de sucesso que seja apresentado em ocasiões especiais. Estude esse case e defina os principais pontos que sua empresa afetou positivamente aquele negócio. Busque, ainda, por exemplos que de fato condizem com o evento, pois poderá fazer linkagens interessantes com assuntos discutidos durante as palestras, caso tenham ocorrido.

Especialmente em congressos, profissionais os frequentam em busca de novos aprendizados. Se você apresenta assuntos interessantes e que condizem com aquilo que eles foram buscar, sua empresa estará bem representada, ampliando oportunidades de negócios e parcerias.

Tenha cuidado com os coquetéis

Essa é uma parte bastante atrativa dos eventos, não é verdade? Depois de algumas horas de muito conhecimento e de networking com nomes reconhecidos no mercado, chegou o momento em que todos os profissionais de fato vão se descontrair, conversar livremente sobre os mais diversos assuntos e ter a oportunidade de descansar um pouco depois de algumas horas produtivas.

Contudo, especialmente aquelas ocasiões em que oferecerem bebidas alcoólicas, tenha cuidado para não exagerar. De nada adianta você estabelecer boas práticas durante todo o evento se, nesse momento, ultrapassar os limites e falar o que não deve, ou até mesmo agir de maneira que não condiz com as suas atitudes.

Apesar de a bebida ser a principal questão de atenção nos coquetéis, também é preciso se policiar no que diz respeito ao buffet. Nada de ser mal-educado para degustar todos os petiscos que estiverem disponíveis, tudo bem? Conversar com boca cheia, nem preciso dizer que é uma péssima atitude, não é verdade?

Conte com uma consultoria

Conforme percebido, são muitas dicas e pontos que exigem a sua atenção. Dessa forma, contar com uma consultoria especializada de quem tem expertise no mercado contribuirá para que você entenda perfeitamente essas questões, além de contar com dicas personalizadas para cada ocasião.

A consultoria vai permitir ainda que você adote essa postura em outros contextos profissionais, no seu dia a dia de negócios e no convívio com os demais colegas de sua empresa. Representar a sua organização deve ser uma tarefa diária, não apenas em eventos ou ocasiões especiais.

Neste conteúdo, você pôde entender quais são as principais dicas de como representar a empresa em eventos. Caso você aplique as sugestões apresentadas por mim, certamente vai se dar bem nesses contextos. O que vai faz com que outros profissionais tenham uma impressão positiva de seu negócio, trazendo novas oportunidades para o seu crescimento e para o desenvolvimento da equipe como um todo.

Se tiver ficado interessado em tirar outras dúvidas quanto ao assunto, é só entrar em contato comigo e marcar uma conversa. Vamos entender os seus pontos de atenção e estabelecermos estratégias eficazes para o seu sucesso!

Rachel Jordan é uma referência no mercado brasileiro de Consultoria de Imagem e Comportamento. Ministra cursos, oficinas e workshops por todo Brasil e online. É colunista da Claudia online, colaboradora de sites de comportamento e estilo.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This