Como escolher os melhores sapatos femininos para trabalhar?

Como escolher os melhores sapatos femininos para trabalhar?

Escolher sapatos femininos para trabalhar muitas vezes pode ser um grande dilema. Mesmo que você seja apaixonada por calçados, é comum chegar no fim de um dia cheio, ficar descalça e reclamar de dor nos pés.. Isso já aconteceu comigo e por isso comecei a ficar mais atenta na hora de montar os looks de trabalho.

Os sapatos são uma peça-chave: precisam ser esteticamente bonitos, mas sem perder de forma alguma o conforto. Eles são responsáveis por “levantar” o visual, já que transmitem uma ideia de elegância e estilo. Contudo, ainda é preciso observar algumas questões antes de investir no melhor par, como por exemplo, verificar se a empresa possui algum dress code ou regra de segurança.

E então, que dicas podem ser seguidas para fazer uma escolha assertiva e que respeite todas essas questões? Listei as mais importantes neste artigo, portanto, continue a leitura e tire suas dúvidas!

Observe se a empresa determina padrões

Muitas empresas exigem um dress code de seus funcionários. Isso pode envolver o uso de uniformes, como no caso de hospitais e estabelecimentos de saúde, ou apenas um padrão preestabelecido, como em grandes organizações que exigem formalidade. Para não errar na escolha do sapato para trabalhar, é interessante se informar sobre essas questões.

Em alguns casos, um sapato específico também é exigido por questões de segurança. Em fábricas e academias, por exemplo, isso é indispensável. Após se inteirar acerca do assunto, você poderá realizar compras de calçados com mais economia e precisão, já que sabe exatamente o que deve usar.

Além disso, conseguirá procurar por modelos que realmente combinem com seu estilo. Pode parecer um pouco chato seguir uma regra, mas tente ver isso como uma maneira de direcionar suas aquisições e até mesmo montar um guarda-roupa com itens que você realmente precisa para seu dia a dia.

Preze sempre pelo conforto para evitar problemas de saúde

Se você usa o sapato errado, provavelmente vai sentir dores frequentes nos pés e nas pernas. O uso inadequado de um calçado interfere até mesmo naquele incômodo sentido na coluna lombar. E isso é muito perigoso! Inflamações podem se transformar em problemas que exigem um tratamento longo, que até mesmo requer afastamento das atividades.

Sendo assim, jamais deixe o conforto de lado apenas para valorizar a estética. O par de sapatos ideal é aquele que protege a planta do pé de lesões, ajuda a manter uma postura correta e permite uma boa circulação do sangue.

Fique de olho se o solado possui pelo menos 1,5 cm na parte anterior do pé, para que não haja desconforto lombar. Procure também por revestimentos em materiais amolecidos ou no próprio material do solado, que costumam ser muito mais adaptáveis e confortáveis.

Outros problemas menores, mas que também podem se transformar em algo mais grave são as bolhas, os calos, os joanetes e as unhas encravadas. Caso a situação se desenvolva por muito tempo, você precisará realizar cirurgias para que o pé não fique deformado ou para a retirada da unha até que uma nova cresça no lugar.

Imagine só ter que ficar em repouso por causa de algo que poderia ser evitado com tanta facilidade? Não vale a pena, né?

Mantenha o calçado em bom estado de conservação

Não vai adiantar eu dar mil recomendações de uso aqui se você não tiver cuidado com seus sapatos. Eles precisam estar sempre limpos e higienizados para que você mantenha a elegância e o bom gosto de seu look. Parece algo óbvio, mas muita gente deixa de realizar procedimentos de limpeza por falta de tempo ou por acreditar que o sapato não esteja com um aspecto ruim.

Mas isso jamais deve acontecer! Inclusive porque alguns materiais pedem uma atenção especial, como por exemplo o couro. Sendo assim, além de lavar, talvez você tenha que engraxar ou encerar seus pares favoritos. Essas questões influenciam inclusive no conforto para usá-los. Um sapato em mal estado de conservação machuca e pode desenvolver até mesmo um cheiro desagradável.

Veja as instruções de conservação do fabricante, geralmente descritas em caixas e etiquetas. Siga à risca para um bom resultado, pelo menos uma vez por semana ou sempre que se fizer necessário. Depois, você poderá sair para o trabalho com a certeza de que está bonita da cabeça aos pés, literalmente.

E não se esqueça! Tudo o que é demais, cansa. Esse é um velho ditado que você já deve conhecer e ele se aplica também ao uso de sapatos. Tudo bem ter aquele par favorito, que você adora. Eu mesma tenho vários!

O que é errado, na verdade, é usá-los em excesso. Permanecer com o mesmo calçado por muito tempo pode fazer mal, além de desgastar o par muito mais rápido. Renove o look e troque de par pelo menos 2 ou 3 vezes na semana.

Escolha sapatos femininos para trabalhar de acordo com suas atividades

Os sapatos femininos para trabalhar precisam ser escolhidos também de acordo com as suas atividades. Quem fica mais tempo sentado tem necessidades diferentes de quem fica o dia todo em pé, e assim por diante.

Avalie sua necessidade, quantas horas por dia você passa realizando algum procedimento mais demorado e veja como os sapatos podem influenciar no seu desempenho. Aqui estão algumas orientações para diferentes situações nas quais você pode se basear:

Se você fica muito tempo em pé

Passa muitas horas em pé? Não se preocupe, é possível se sentir à vontade mesmo assim. Para começar, ao experimentar um sapato, verifique se você sente um espaço entre seu dedo mais longo e a ponta do sapato. Mexa seus pés quando calçar o par, caminhe pela loja para testar e confirme se esse espaço existe mesmo.

Opte também por modelos que tenham a parte de cima porosa, para permitir a passagem de ar. O couro é uma excelente alternativa para isso. Verifique além disso se o sapato é flexível e bem macio. Se o solado apresentar algum sistema de amortecimento, melhor. Com ele, você fica livre de bolhas, calos e demais infecções.

Se você fica muito tempo sentada

Se você passa quase o dia todo sentada, pode arriscar um pouco mais na altura do salto ou no modelo em si. Conforto ainda deve ser considerado, mas sem tantas exigências. Saltos muito finos continuam a ser opções desconfortáveis assim como modelos sem tanta proteção.

Lembre-se de que, embora seus pés fiquem em posição de descanso, quando você precisar se deslocar deve ter mobilidade e elegância. Não é porque os pés ficam mais tempo escondidos que você deve usar um sapato sem qualquer critério, combinado?

Se você gosta de usar sandálias

As sandálias costumam ser um tipo de sapato que demonstram muita informalidade. Se este for o caso da sua empresa, não há qualquer problema em usá-las, mas invista em modelos que tenham um solado firme e proteção suficiente na planta do pé. Para ambientes mais formais, a melhor alternativa ainda são os modelos fechados, que mostram apenas a raiz dos dedos ou parte deles.

Sandálias rasteiras e saltos com materiais mais casuais como palha ou corda devem ser evitadas. Reserve-as para um momento de descontração, pois caem muito melhor em ambientes abertos e para passeios.

Se você prefere salto alto e extravagância

Se o uso de salto for obrigatório ou se simplesmente for a sua preferência, leve em conta alguns detalhes. Em primeiro lugar, escolha os que têm altura média, que varie entre 3 e 5 cm. Prefira apoios maiores que os saltos finos, mas que não sejam necessariamente grossos.

Modelos mais fechados trazem mais segurança para a pisada, então aposte em mostrar pouco dos dedos e do calcanhar. Caso você precise se deslocar bastante durante sua jornada de trabalho, tente alternar o uso do salto com o de sapatilhas mais sóbrias, sem cores fortes ou enfeites. Por exemplo, se você não tiver uma reunião importante no dia, pode dar um descanso para os pés.

Deixe estampas e adereços de lado: se você gostar de extravagância, use as cores fortes sem problema, porém em materiais mais lisos e sem muitos acessórios.

E por fim, um lembrete importante, que vale para qualquer uma dessas situações. Nunca compre sapatos em número menor ou que você sinta que estão mais apertados. A crença de que sapatos alargam com o uso nem sempre é verdade.

E, mesmo nos casos em que isso acontece, não vale a pena sofrer com dores e incômodos até os sapatos se adaptarem aos seus pés. O vendedor da loja pode até garantir isso a você, mas reconsidere se vale mesmo a pena insistir.

Pronto! Viu só como não é nada difícil encontrar sapatos femininos para trabalhar com qualidade, beleza e conforto? Jamais abandone esse tipo de cuidado com seu corpo, pois você precisa estar sempre preparada para os desafios do dia com disposição e conforto.

E, se você ainda precisa de mais algumas instruções para incrementar sua imagem e valorizar suas qualidades, estou aqui para ajudar. Entre em contato comigo para que possamos conversar! A partir do momento em que eu entender o que você precisa, pode ter certeza de que faremos um excelente trabalho em conjunto. Aguardo você!

Rachel Jordan é especializada em Imagem, Comportamento e Protocolos Internacionais. Instrutora e palestrante, executa um trabalho estratégico e personalizado para empresas e pessoas que desejem melhorar sua imagem pessoal e profissional com o objetivo de se reposicionar na carreira ou se colocar de forma mais adequada nas diferentes situações do cotidiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This