Você já sabe que um almoço de negócios é muito comum entre empresários; é ótimo para quebrar a rotina e também para assinar contratos. Você também já desconfia que tão importante quanto fechar o negócio é saber se portar nesses encontros. Muitas vezes um almoço é o primeiro contato entre as partes e sabemos que a primeira impressão é a que fica, não é mesmo? Sentiu o peso da responsabilidade? Você deve estar se perguntando, “então como devo me comportar num almoço de trabalho?”

Para você não fazer feio, aqui vão algumas dicas que responderão à sua pergunta:

Escolha bem o lugar

Marcou a reunião para a hora do almoço e acha que selecionar o restaurante é só um detalhe? Não se engane! É preciso caprichar também na escolha do local. Escolha um ambiente que seja propício ao negócio que será tratado. Fuja de estabelecimentos barulhentos para que nenhum de vocês precise gritar durante o papo.

É fundamental também levar em conta a dieta do seu convidado. Caso ele tenha alguma restrição alimentar, ir a um lugar com pouca variedade no menu pode ser uma furada e você corre o risco de se queimar com o cliente. Portanto, verifique o cardápio antes de fazer a reserva, combinado?

Vista-se adequadamente

As mulheres geralmente tem mais chance de errar no look do que os homens, que às vezes só precisam optar por um bom terno. Para não errar no visual de negócios, escolha uma calça clássica e uma blusa social. Evite acessórios grandes, maquiagem pesada e roupa justa. Procure apresentar equilíbrio com um visual sofisticado e sem exageros.

Seja pontual

Atrasar-se, em qualquer situação profissional, é extremamente deselegante. Passa a imagem de uma pessoa desorganizada que não consegue gerenciar os próprios compromissos. Chegue cedo o suficiente para conferir os detalhes da reserva com tranquilidade e estar a postos para receber o convidado à porta quando ele chegar.

Mas cuidado! Não chegue cedo demais; quinze minutos de antecedência, geralmente, são mais que suficientes. Ficar muito tempo esperando pelo convidado pode te deixar entediado ou irritadiço, e esses são péssimos temperos para um almoço amigável. Além disso o convidado pode entender uma antecedência exagerada como sinal de desespero. Equilíbrio, novamente, é a palavra-chave.

Prefira refeições simples

Alguns pratos costumam exigir muita atenção e habilidade na hora de comer. Massas com molho de tomate, ou saladas verdes, por exemplo, devem ser evitadas. Por quê? Porque você corre o risco desnecessário de sujar sua roupa, ou ainda ficar com os dentes sujos durante a conversa. Não quer pagar esse mico? Então pense bem antes de escolher o prato.

A gente sabe que a salada, muitas vezes, é inevitável; portanto não se esqueça de conferir, disfarçadamente, se não há resquícios dela manchando seu sorriso.

Não se precipite

Por mais tentador que seja, ir direto ao ponto pode não ser a melhor pedida. Para o começo do encontro prefira quebrar o gelo, falar de assuntos do cotidiano para descontrair, mas fuja de temas polêmicos. Não custa nada – na verdade é muito lucrativo – evitar desentendimentos desnecessários.

Depois das amenidades, não perca de vista o objetivo do almoço: negócios. É um almoço de trabalho, afinal de contas! E serve para que os envolvidos possam, além de se conhecerem melhor, adiantar acordos que podem ser fechados ali mesmo ou em reuniões futuras.

Pague a conta

Se foi você quem convidou o cliente para o almoço, via de regra a conta é sua. Há também os casos em que o grupo é grande (maior que três pessoas) e sugere “rachar” a conta; nesses casos, para que não haja constrangimento, você deve se antecipar e combinar com o garçom um sinal discreto para que você pague a conta antes que ela chegue até a mesa. É uma boa estratégia para impressionar seus convidados.

Um bom profissional é feito de um conjunto de qualidades. Ter elegância em um almoço de trabalho é uma delas. Agora que você já sabe como se comportar nesse tipo de reunião, não vai fazer feio de forma alguma. 

Se você quiser se aprofundar mais neste assunto, tenho um curso online “Fazendo as Pazes com a Mesa”. Neste curso, você irá aprender de maneira objetiva. Vou falar sobre a importância da etiqueta à mesa e como ela surgiu, vou ensinar o uso correto do guardanapo, talheres, copos e como se comportar em diversas situações, inclusive na hora de comer alguns alimentos que, geralmente, causam dúvidas. Acesse a página do curso e comece a assistir agora mesmo.

Gostou das dicas? O que você acha mais importante quando almoça com seus colegas e clientes? Conta pra gente!

Rachel Jordan

Rachel Jordan é uma referência no mercado brasileiro de Consultoria de Imagem e Comportamento. Presidente da Associação Internacional de Consultores de Imagem (AICI) Chapter Brasil, Rachel ministra cursos, oficinas e workshops por todo o Brasil e também cursos online. É colunista de moda da revista Claudia, colaboradora de sites de comportamento e tem um canal no Youtube, o Falando de Estilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *