Se você está entrando no mercado de trabalho, aposto que está cheio de vontade de aprender e crescer na sua empresa. Mas de vez em quando pintam algumas dúvidas, certo? Principalmente em relação à postura dentro da empresa. Abaixo, veja algumas dicas de comportamento para se sair super bem no seu primeiro emprego! 

5 dicas de comportamento para quem está entrando no mercado de trabalho

1. Seja proativo e não tenha medo de fazer perguntas

Gerentes de Recursos Humanos e empregadores concordam ao afirmar que, em geral, não há problemas em fazer perguntas antes de iniciar alguma tarefa ou tirar dúvidas sobre um processo. É preferível que o colaborador admita não saber algo e demonstre ter vontade de aprender ao invés de gastar tempo ou recursos da empresa ao tentar resolver uma atividade na qual tem dificuldades.

Por outro lado, deve haver um equilíbrio. Fazer as mesmas perguntas repetitivamente pode soar chato ou incompetente. O que é verdadeiramente valorizado pelos empregadores é aquele colaborador proativo em descobrir o que precisa ser feito, e então fazê-lo.

2. Cultive bons relacionamentos

Alcançar resultados é apenas uma parte do seu sucesso no ambiente de trabalho. A maneira como você se relaciona com colegas, gerentes e até mesmo subordinados também é extremamente importante. Cultive bons relacionamentos com todos, seja educado e  agradável. Não tente puxar o saco ou agradar ninguém demais. De novo, é preciso ter equilíbrio.

Sobre o humor

Pessoas com senso de humor costumam ser adoradas por colegas nos ambientes de trabalho. Realmente, o humor pode ser uma vantagem, mas apenas se você tem bom senso e sabe quando e como usá-lo. Do contrário, não arrisque. Você pode soar desajeitado e acabar criando uma situação constrangedora.

3. Comporte-se profissionalmente

Pode soar como um clichê, mas existem alguns comportamentos inaceitáveis dentro e fora do ambiente de trabalho. Vou citar aqui apenas alguns exemplos: falar mal da sua empresa ou de algum colega para clientes, contar histórias ou piadas sujas, adotar comportamentos ou atitudes embaraçosas ou que contrariam os valores da organização.

Mostrar respeito pelos colegas e pelos chefes também é extremamente importante. Só porque você tem um gestor que age de forma amigável e informal, não significa que deva tratá-lo de qualquer maneira.

4. Seja flexível

Adapte-se às demandas do seu trabalho. Não há nada mais frustrante do que um colaborador que solta frases do tipo “Isso não é meu trabalho” ou “Não foi para isso que me contrataram”. Especialmente em empresas pequenas, você precisa ter a flexibilidade de executar tarefas que, eventualmente, não estarão na sua job description. Adapte-se às situações e esteja disposto a sair um pouco da sua caixinha. Os gestores valorizam isso.

5. Cuide da sua aparência

Estudos mostram que muito pouco da nossa comunicação com os outros está relacionada efetivamente ao que dizemos. Isso significa que parte do que seu interlocutor pensa sobre você está relacionado aos seus gestos, expressões faciais e à imagem pessoal. E isso inclui, é claro, as roupas.

Para o trabalho, é indispensável estar sempre com os cabelos e unhas limpos e bem cuidados. Sobre as roupas, a principal dica é verificar se a empresa em que você trabalha tem um dress code definido. Se tiver, ótimo. Fica ainda mais fácil pensar na sua roupa, afinal é só seguir as diretrizes da companhia. Se não tiver, é menos arriscado optar por peças básicas e em cores neutras, que criam um visual harmonioso para diversas situações.

Formalidade do ambiente

Sem dúvidas, existem algumas diferenças entre empregos da área criativa (no qual uma certa individualidade e liberdade de expressão é permitida) e outros empregos mais formais. Isso deve ser levado em conta na hora de se vestir. Se o ambiente pede um vestuário extremamente formal, você deve se adequar a ele. O contrário também é válido. Caso trabalhe em um local descontraído, pode se sentir à vontade para vestir algo mais casual.

Com essas dicas de comportamento, você vai se sair muito bem no ambiente de trabalho e fora dele. Se gostou das minhas sugestões, não deixe de baixar o e-book Os 5 conhecimentos que vão impulsionar seu crescimento profissional!

 

Rachel Jordan

Rachel Jordan é uma referência no mercado brasileiro de Consultoria de Imagem e Comportamento. Presidente da Associação Internacional de Consultores de Imagem (AICI) Chapter Brasil, Rachel ministra cursos, oficinas e workshops por todo o Brasil e também cursos online. É colunista de moda da revista Claudia, colaboradora de sites de comportamento e tem um canal no Youtube, o Falando de Estilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *